Associação Desportiva e Recreativa Tarouquense


Milita actualmente na Divisão de Honra da Associação de Tarouquese Futebol Distrital de Viseu à qual ascendeu no final da época de 2007/2008. Na época de 2005/2006, chegou a militar na Terceira Divisão Nacional, regressando depois aos campeonatos distritais.

A criação de um clube de futebol, em Tarouca, remonta aos anos quarenta do século passado, em que alguns entusiastas tais como os senhores Abel Lira e seu irmão Mariano Lira, Mário Lobo, José Vingada (pai do conhecido treinador prof. Nelo Vingada), e Amândio de Carvalho que cedeu o terreno para a construção do campo, resolveram criar um clube de futebol inspirado no grande clube da capital Nortenha, dando-lhe por isso o nome de Futebol Clube de Tarouca, equipando-o de camisola listada de azul e branco, calções pretos e criando o seu emblema com as mesmas características das do F.C.Porto.

A primeira referência documentada, situa-nos em 1953, quando o F.C.Tarouca vence a equipa de Penajoia por 6-1.

Na altura, os encontros amigáveis despertavam grande interesse na população, acompanhavam a sua equipa quer nos jogos em casa, quer nas deslocações a terras vizinhas.

O Antigo campo Amândio P. Carvalho, situado perto do Arco de Paradela, era o local onde se desenrolavam os jogos de casa, sempre seguidos com grande entusiasmo, não só pelos adeptos masculinos como feminino que dava um colorido e animosidade aos encontros, com suas tiradas jocosas dirigidas ao clube visitante.

Como não existiam balneários, os jogadores equipavam-se em lojas existentes no Largo da Praça, seguindo a pé, já equipados para o campo e, no final dos jogos, tomavam banho num tanque situado próximo do campo.

Em finais de 1956, já o clube aparece com a designação de Club de Futebol de Tarouca, equipado à Belenenses (camisola azul e calção branco ou em alternativa camisola branca e calção azul) continuando a disputar jogos amigáveis, pois a sua inscrição na Associação de Futebol de Viseu surge só na época desportiva de 1966/67. Os seus estatutos são elaborados e publicados no então Diário do Governo n.º 60-III série, de 13 de Março de 1967.

É nesta época que o clube participa pela primeira vez no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão-Zona Norte, juntamente com Moimenta da Beira e Armamar. É precisamente com Armamar que Tarouca efectuou o seu 1.º jogo oficial, que terminaria com um empate a um golo.

Disputou ainda o C.F.Tarouca a então designada Taça Complementar juntamente com o Sporting de Lamego e Moimenta da Beira, terminando com uma vitória, um empate e duas derrotas.

A 1 de Setembro de 1969, dá-se a fundação da Associação Desportiva e Recreativa Tarouquense, com emblema e equipamento semelhantes aos da Associação Académica de Coimbra.

Nos primeiros anos da década de 70, já o Clube passa a Estádio do Tarouquese usufruir de um campo jogos condigno, situado na própria Vila, junto às piscinas.

Após algumas épocas na 3.ª Divisão Distrital, há vários anos que militava na 2.ª Divisão do Distrito de Viseu, onde quer em Júniores, quer em Séniores foi conseguindo classificações honrosas até que: Na época de 2000/2001 subiu, ao escalão superior da Distrital sagrando-se campeão da sua Zona.

Nesta categoria manteve-se firme, na época de 2002/2003 "ameaçou" subir à 3.ª Divisão Nacional até que por fim o conseguiu na época de 2004/2005 ao manter o 2.º lugar depois de durante quase toda a primeira volta ter ocupado o primeiro lugar. Nesta categoria apenas se manteve uma época, voltando à Distrital para disputar a primeira divisão respectiva. Actualmente milita na Divisão de Honra da Distrital de Viseu.

 

Arguedeira União Desportiva "Os Ases"


Este clube nasceu há mais de 40 anos Arguedeira numa adega particular de uma reunião de um grupo de amigos, ansiosos por constituírem um clube que representasse a sua terra.

Assim, em 20 de Agosto de 1975, aparece o Arguedeira União Desportiva que, após terem sido elaborados os estatutos e feita a sua inscrição na Associação de Futebol de Viseu, inicia a sua actividade futebolística, disputando o Campeonato Distrital da 2.ª Divisão.

Constuituída a equipa só por jogagadores residentes ou naturais de Arguedeira, acabou por se classificar, na época de 1975/76, em 9.º lugar. O seu 1.º jogo foi realizado no dia 28/12/75, em S. Martinho de Orgens, e terminou com a vitória dos locais por 2-0.

No Domingo seguinte, em Tarouca, apresentou-se oficialmente em público, defrontando o Grupo Desportivo do Sul, num jogo que viria a empatar a 2 golos.

Apesar das dificuldades dos primeiros tempos, a união de todo o povo em redor do seu clube, bem como a vontade e o querer da equipa em formação fez com que, progressivamente, viesse a atingir melhores classificações.

Na época de 1984/85, passou a disputar o Campeonato da 3.ª Divisão Distrital.

O primeiro equipamento foi conseguido através de donativos da população, passando as camisolas amamarelas e os calções azuis a constituir a imagem deste novel clube, à semelhança do Brasil, então campeão mundial da modalidade.

Com as quotas anuais a 100$00 e os bilhetes de entrada nos jogos a 11$00, o dinheiro mal chegava para pagar o "prémio de jogo": um lanche. A receita da bilheteira era para pagamento dos árbitros e a guarda.

Um dos seus directores chegou a ser, durante 10 anos, treinador e jogador, em simultâneo. Outro, foi director e jogador 16 anos consecutivos. Normalmente, os jogadores locais mantinham-se no clube durante vários anos.

Uma loja de cavalos emprestada, e aos poucos beneficiada, Arguedeira foi a sede da Associação durante mais de 10 anos.

Mais tarde, em 1989, com a mão-de-obra das gentes locais e com materiais cedidos pela Junta de Freguesia e Câmara Municipal, passaram definitivamente a ter umas instalações condignas. É esse espaço que ainda hoje serve de local de encontro e centro de convívio.

Depois de militar durante alguns anos na 2.ª divisão, na época 2004/2005 baixou à 3.ª Divisão Distrital da A. F. de Viseu, mas desistiu para gerir apenas as equipas de júniores, iniciados e futsal.

Na época de 2007/2008 voltou ao futebol de onze, séniores, disputando o campeonato da 2.ª Divisão, logo conseguindo elevar-se à 1.ª, divisão em 2008, na época de 2010/2011 ascendeu á Divisão de Honra Distrital na série da Associação R. Tarouquense, disputando os jogos alternadamente com o clube da cidade. Na época seguinte voltou à 1.ª Divisão, onde actualmente se mantém.

Na sua montra de troféus existem vários que os enche de orgulho, entre os quais: 2 Taças Disciplina conquistadas nas épocas de 1984/85 e 1986/87.